AQUI   •    A MELHOR INFORMAÇÃO DA ACTUALIDADE NACIONAL, MUNDIAL E DESPORTIVA   •   AQUI
04/18/2014
36° 49°
04/19/2014
41° 53°

41° 66°

40° 58°

46° 67°

Internacional

Atualizado em 07/01/2011

Papandreou: País "ganhou uma difícil batalha"

"Lutámos e vencemos uma difícil batalha", declarou Papandreou, citado num comunicado, na abertura do Conselho de ministros.  O chefe do governo grego comentou desta forma a aprovação parlamentar, na quarta-feira e hoje, do plano de austeridade que será aplicado nos próximos quatro anos, em troca de um novo empréstimo internacional.

 

Uma maioria de 155 deputados dos 296 presentes votou favoravelmente a lei de aplicação do plano adoptado na quarta-feira, que propõe economizar 28,4 mil milhões de euros em quatro anos e obter 50 mil milhões de euros com privatizações até 2015.

 

A adopção deste segundo texto, em votação de urgência, abre caminho à continuação do apoio financeiro da União Europeia (UE) e do Fundo Monetário Internacional (FMI) a Atenas, afastando pelo menos temporariamente a hipótese de uma falha no pagamento da dívida pela Grécia.

 

Na mesma nota, o primeiro-ministro grego referiu ainda que as duas votações favoráveis alcançadas apesar da forte oposição popular vão permitir ao país "dar um passo crucial neste difícil caminho", recordando, no entanto, que a Grécia ainda vai enfrentar "batalhas cruciais e muito difíceis para superar a crise e mudar o país".



Primeira Página


Cardozo marca primeiro golo da época encarnada
Cardozo marca primeiro golo da época encarnada

O Benfica está a ganhar ao Olympique Marselha (França) por 1-0 ao intervalo, no primeiro jogo de pré-época das águias e que está a ser disputado em Si

Pêpê Rapazote vai entrar em série norte-americana
Pêpê Rapazote vai entrar em série norte-americana

O actor Pêpê Rapazote, de 41 anos, protagonista da série da RTP ‘Pai à Força’, em exibição aos domingos, vai rumar aos EUA para fazer uma participação

Médicos juntam 2500 à porta de Paulo Macedo
Médicos juntam 2500 à porta de Paulo Macedo

A avenida em frente ao Ministério da Saúde vestiu-se hoje de branco com as batas dos mais de 2500 médicos que, desta forma, se manifestaram pelo futur